Carta de moderação

É efetuada uma moderação de cada proposta dos cidadãos apresentada antes de qualquer publicação na plataforma. As propostas que não cumpram a Carta de moderação estipulada pela Make.org serão rejeitadas nesse momento e não serão publicadas online.


Uma proposta pode ser rejeitada pelos seguintes motivos:

– se for redigida de modo incompreensível para os restantes cidadãos ou se incluir abreviaturas ou símbolos de difícil compreensão,

– se for irrelevante, isto é, se não responder à pergunta feita na consulta,

– se for redigida numa língua diferente da escolhida para a consulta do país para o qual elaborou uma proposta, isto é, a língua oficial da União Europeia falada pelo maior número possível de cidadãos do seu país,

– se for contrária ao respeito de todos. Em particular, se comportar um carácter discriminatório ou um apelo ao ódio ou à violência,

– se for injuriosa ou se estiver redigida em termos grosseiros,

– se for partidária. Por exemplo, se fizer a apologia ou se denegrir um partido político, uma figura política ou pública ou se tiver uma natureza proselitista,

– se for comercial. Por exemplo, se for de natureza publicitária ou se fizer a promoção de serviços,

– se contiver várias ideias em simultâneo, pois apresentar apenas uma ideia por proposta permite que os cidadãos deem a sua opinião mais facilmente e que a consulta seja mais compreensível. Se tiver várias ideias, aconselhamo-lo a criar várias propostas.


Se a sua proposta for recusada pelos motivos apresentados acima, será notificado através de uma mensagem de e-mail explicativa.


Evidentemente, seja qual for a ação de moderação levada a cabo pelas equipas da Make.org, a sua ideia pertence-lhe e não nos cabe alterar o sentido nem a sintaxe global da sua proposta.